SE AS IMAGENS NÃO SÃO PROIBIDAS POR QUE OS CRISTÃOS DE ÉFESO NÃO ENCOMENDAVAM IMAGENS DOS ARTÍFICES?


Por Carlos Caso-Rosendi

Tradução: Carlos Martins Nabeto

– Pode me ajudar, quando puder, com as duas “dúvidas” de um protestante (leia o texto abaixo). Temo em não dar uma resposta satisfatória, portanto resolvi “pedir ajuda aos universitários”. Abraços (José Renato – Santos-SP)

 

<<Há anos perguntando, nenhum católico respondeu…

Seja você o primeiro católico a responder esta pergunta:

Atos 19 conta o seguinte:

– Paulo estava havia um bom tempo em Éfeso, e neste tempo muitos se converteram ao cristianismo e reuniam-se no teatro da cidade. Os artíficies (fabricantes de imagens de escultura) perdiam seus clientes com o significativo número de conversões ao cristianismo.

Por causa da redução dos lucros os artíficies fizeram um protesto contra Paulo e os cristãos, afirmando que por causa deles a sua profissão estava ficando em descrédito e que a deusa Diana também corria este risco por causa dos cristãos.

A pergunta é:

“Porque os cristãos desta época não encomendavam imagens de Maria, de Jesus, dos santos e dos profetas?”

“Será que os ourives iriam protestar por estarem perdendo clientes se os cristãos encomendassem imagens de escultura a eles? Tais artífices não ficariam felizes por ganharem novos clientes? Por que então os cristãos não faziam isso?”>> Continue lendo

Anúncios